25 janeiro 2019

URGENTE! Barragem da Vale se rompe na RMBH

Uma barragem da mineradora Vale se rompeu nesta sexta-feira (25/01/2019), em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ainda não há informações sobre vítimas. Imagens aéreas mostram que um mar de lama destruiu casas da região do Córrego do Feijão. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil estão no local.
A Vale informou que o rompimento ocorreu no início da tarde de hoje, na Mina Feijão. As primeiras informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. “A prioridade total da Vale, neste momento, é preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade”, disse em nota (veja íntegra ao final do texto).
O que se sabe até agora
- Rompimento ocorreu no início da tarde na Mina do Feijão, da Vale, em Brumadinho
- Mar de lama destruiu casas
- Corpo de Bombeiros e Defesa Civil municipal e estadual estão mobilizados
- Prefeitura emitiu alerta para que população se mantenha longe do leito do Rio Paraopeba
- Por precaução, o Instituto Inhotim está retirando funcionários e visitantes do local
- Ainda não há informações sobre vítimas

De acordo com a Defesa Civil, os moradores que moram na parte mais baixa da cidade estão sendo retirados das casas.
A Polícia Rodoviária Estadual informou que a MG-040, entre as cidades de Brumadinho e Mário Campos, está totalmente interditada por causa do rompimento da barragem.
Uma força-tarefa do governo de Minas Gerais já está no local do rompimento da barragem em Brumadinho, e há dois helicópteros sobrevoando a região. “O governo de Minas Gerais já designou a formação de um gabinete estratégico de crise para acompanhar de perto as ações”, disse por meio de nota. O secretário de Estado do Meio Ambiente, Germano Vieira, também está indo para o local.
O governador Romeu Zema (Novo) vai se pronunciar apenas após ter conhecimento das informações apuradas pelas equipes que estão no local.
Hospital preparado
A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) informou que o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII está sendo preparado para receber os feridos.
Segundo a Fhemig, a emergência do hospital está fechada para atender as vítimas que chegarem, e elas serão redirecionadas para procurar outras unidades de saúde.
Alerta da prefeitura
Fotos de moradores divulgadas pelo Corpo de Bombeiros mostram a lama. Nas redes sociais, a prefeitura da cidade publicou um alerta para que a população não fique perto do leito Rio Paraopeba.


Nenhum comentário:

Postar um comentário