28 fevereiro 2021

Uma pessoa é detida por descumprir decreto em primeira noite de toque de recolher no RN

 Medida visa conter disseminação da Covid-19; último boletim registra taxa de ocupação de leitos críticos de 89, 4% no estado e 90% na Região Metropolitana de Natal

A primeira noite/madrugada de vigência do toque de recolher no Rio Grande do Norte – medida adotada pelo Governo do Estado por meio de decreto – foi considerada tranquila pelas forças de segurança pública. Apenas uma ocorrência policial foi registrada em Natal. No interior, nenhum procedimento foi lavrado em razão do não cumprimento da medida, que proíbe a circulação de pessoas pelas ruas no período de 22h às 5h. Os dados de ocorrências por descumprimento do decreto foram informados pela Polícia Civil. De acordo com a Delegacia Geral, o único registro de desobediência aconteceu no bairro Potengi, na Zona Norte, por volta das 22h45. Foi preciso intervenção da Polícia Militar, que conduziu um homem para a plantão após ele se recusar a deixar um bar em que bebia. Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e em seguida foi liberado para ir diretamente para casa. No interior do estado, ainda de acordo com a Polícia Civil, nenhum procedimento relativo ao descumprimento do decreto foi lavrado nos plantões das 10 regionais (plantões de Mossoró, São Paulo do Potengi, Caicó, João Câmara, Macau, Nova Cruz, Patu, Pau dos Ferros, Alexandria e Santa Cruz). O toque de recolher, que teve início na noite deste sábado, 26, deve seguir em todo o estado até o dia 10 de março. “Para garantir o cumprimento das medidas sanitárias de enfrentamento e prevenção ao novo coronavírus, a professora e governadora Fátima Bezerra determinou que nós disponibilizássemos todas as forças de segurança disponíveis, e é isto o que estamos fazendo, sempre respeitando e cumprindo o programa Pacto Pela Vida”, destacou o coronel Francisco Araújo Silva, titular da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED). Primeiras horas A governadora Fátima Bezerra e o vice-governador Antenor Roberto, que ficaram monitorando o movimento nas primeiras horas do toque de recolher, parabenizaram as forças de segurança pelo trabalho realizado. “Pelas informações que recebemos, a Operação Toque de Recolher foi um sucesso. Aproveito para parabenizar o Coronel Araújo (secretário da Segurança Pública), o coronel Alarico (comandante-geral da PM), Ana Cláudia (delegada-geral da Polícia Civil), o Coronel Monteiro (comandante do Corpo de Bombeiros), a todos que fazem a Segurança do RN, por mais uma demostração de compromisso em salvar vidas”, disse a governadora. “A população entendeu o momento difícil que estamos vivendo e está seguindo as orientações. As nossas forças de segurança estão fazendo um trabalho pedagógico, orientador neste momento, e a população correspondeu plenamente. Parabéns a todos”, reforçou Antenor Roberto. O vice-governador, que também é advogado e procurador do Estado, explicou que a execução do toque de recolher independe de aprovação dos prefeitos. Neste sábado, os representantes dos ministérios públicos federal, estadual e do trabalho divulgaram documento conjunto recomendando que as prefeituras de todos os municípios potiguares se abstenham de praticar quaisquer atos, inclusive edição de normas, que possam flexibilizar medidas restritivas estabelecidas pelo Governo Estadual. Estatísticas O boletim da Secretaria de Saúde, divulgado no final da manhã deste sábado, registrava 294 novos casos confirmados de Covid-19, três óbitos em 24 horas e 3.562 desde o início da pandemia. A taxa de ocupação de leitos críticos era de 89,4% no RN. Na Região Metropolitana, 90% estavam ocupados.

CORPO MUTILADO COM CABEÇA DECAPITADA E QUEIMADO É ENCONTRADO AS MARGENS DA BR 405, NA PREDRA BRANCA NA ZONA RURAL DE MOSSORÓ-RN.

 O corpo de um homem, foi encontrado na manhã deste sábado 27 de fevereiro de 2021,  totalmente mutilado, com a cabeça decapitada e queimado, em uma estrada carroçável no assentamento São Francisco, as margens da BR 405, saída para Apodi, antes da comunidade Pedra Branca. 

A polícia acredita que o crime brutal tenha ocorrido na madrugada de hoje, e não descarta a possibilidade de esteja relacionado a briga de facções.
Antes de ser assassinada, a vítima teve as mãos e as pernas amarradas com uma corda e se encontrava sem roupas.
Na Delegacia de Plantão não existe nenhum registro de pessoas desaparecidas no dia de ontem.
Uma equipe do Instituto técnico e científico de perícia (ITEP), se deslocou ao local para procedimentos e recolhimento do corpo, onde passará por exames,
Após o comparecimento de familiares com a documentação para identificação, será liberado para o sepultamento.
Mossoró contabiliza 22 crimes de homicídio em 2021.



Faleceu nesse domingo, 28 de fevereiro, na cidade de São João do Sabugi-RN, vítima da Covid-19, o casal de idosos Cipriano de Araújo, 95 anos, e Joana Elísia de Araújo, 86 anos.

 Faleceu nesse domingo, 28 de fevereiro, na cidade de São João do Sabugi-RN, vítima da Covid-19, o casal de idosos Cipriano de Araújo, 95 anos, e Joana Elísia de Araújo, 86 anos.

Ela faleceu às 6 horas e ele por volta das 11:30 horas. Seu Doca Cipriano e Dona Joaninha, como eram carinhosamente conhecidos na cidade, estavam em casa lutando contra a doença.


Ambulantes fazem protesto em primeiro domingo de orla fechada em Natal

 Ambulantes fazem protesto em primeiro domingo de orla fechada em Natal

Vendedores ambulantes fecharam uma das faixas de acesso à Ponte Newton Navarro, que liga as zonas Leste e Norte de Natal, no final da manhã deste domingo, 28, em protesto pelo fechamento da orla de Natal. O protesto acontece no sentido Brasília Teimosa – Redinha, em frente à Praia do Forte.
Durante o protesto, os manifestantes interromperam a faixa da direita com pneus, uma lixeira e outros objetos. A Polícia Militar acompanhou o protesto que, até às 13h, não registrou nenhum tipo de ocorrência grave.


Motociclista morre vítima de colisão carro com moto na RN-117, na saída de Mossoró para Governador Dix-Sept Rosado

 Motociclista morre vítima de colisão carro com moto na RN-117, na saída de Mossoró para Governador Dix-Sept Rosado

Gilliard Adriane da Silva de 40 anos de idade, residente na Rua Canguaretama, no Loteamento Cidade Oeste, no bairro Itapetinga, em Mossoró, morreu na noite de sábado, 27 de fevereiro, vitima de colisão de moto com um carro, acidente que aconteceu, na RN 117.
Segundo informações, Gilliard estava retornando pra casa, quando foi colhido pelo carro que trafegava no sentido contrário. O veículo envolvido no acidente fatal, bateu de frente na motocicleta, no momento que fazia a manobra para entrar na via de acesso ao bairro. O corpo de Gilliard ficou preso em cima do carro.
Segundo informações, o motorista envolvido no acidente acionou o socorro médico e a polícia rodoviária estadual e saiu do local.
Depois dos procedimentos de perícia no local, o corpo de Gilliard Adriane foi removido para exames de necropsia na Unidade Regional do Itep em Mossoró.


A Prefeitura de Natal anunciou que os 30 leitos de internação clínica do Hospital dos Pescadores, localizado no bairro das Rocas, serão destinados exclusivamente para pacientes com Covid-19.

 A Prefeitura de Natal anunciou que os 30 leitos de internação clínica do Hospital dos Pescadores, localizado no bairro das Rocas, serão destinados exclusivamente para pacientes com Covid-19. A medida foi tomada devido à atual situação da pandemia na capital potiguar. Todas as quatro Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) de Natal estão operando acima da capacidade de atendimento.

Segundo o comunicado da Secretaria Municipal de Saúde, o Hospesc passa a funcionar com porta regulada - os pacientes atendidos serão encaminhados através das UPAs de Natal. Ainda de acordo com a SMS, o perfil para internações clínicas é de pacientes com tratamento de casos leves da Covid-19.
"Abrimos 10 leitos de UTI no Hospital de Campanha, hoje contamos com 30 leitos de UTI na rede municipal, e agora reestruturamos o Hospesc com mais 30 leitos clínicos. Enquanto a vacinação ainda não está disponível para todos, pedimos para a população fazer a sua parte, evitando aglomerações, usando máscaras e mantendo a higienização das mãos", disse o secretário de Saúde de Natal, George Antunes.


No último dia 24/02/2021 a corporação da Gcm Guamaré esteve em reunião. A mesma aconteceu em uma escola do municipio, Onde foi realizada uma retrospectiva do ano de 2020 e foram abordados diversos assuntos referentes a um melhor trabalho de atendimento ao cidadão

 REUNIÃO DA GCM

No último dia 24/02/2021 a corporação da Gcm Guamaré esteve em reunião. A mesma aconteceu em uma escola do município, Onde foi realizada uma retrospectiva do ano de 2020 e foram abordados diversos assuntos referentes a um melhor trabalho de atendimento ao cidadão, também foram registradas as sugestões dos Gcms, além da pauta do comando.
GCMGUAMARESEGURANÇACOMCIDADANIA#




GUARDA MUNICIPAL DE GUAMARÉ-RN, EM OCORRÊNCIA DE ACIDENTE DE TRÂNSITO

 GUARDA MUNICIPAL EM OCORRÊNCIA DE ACIDENTE DE TRÂNSITO

No último dia 24/02/2021 a Gcm esteve em auxilio a pessoa, apoio a ambulância e organização do transito em local de acidente com moto. O cidadão encontrava-se com aparentes sintomas de quem havia ingerido bebida alcoólica, mas somente sofreu alguns ferimentos e foi socorrido ao Hospital de Guamaré. A moto foi conduzida ao pátio da Gcm.
GCMGUAMARESEGURANÇACOMCIDADANIA#
Fonte: https://www.facebook.com/GuardaMunicipalGuamare





AÇÕES IMEDIATAS E AÇÕES PERMANENTES DA GCMG

 AÇÕES IMEDIATAS E AÇÕES PERMANENTES DA GCMG

Nesta sexta feira dia 26/02/2021 a Gcm junto com agentes da secretaria de saúde trouxeram ao municipio mais um lote de vacinas contra a covid-19, como ação imediata atendendo solicitação da secretaria.
Como exemplo de ação permanente ilustramos a presença preventiva constante no complexo esportivo do conj. Vila Maria.
GCMGSEGURANÇACOMCIDADANIA#
Fonte: https://www.facebook.com/GuardaMunicipalGuamare



SEGUNDO INFORMAÇÕES ACONTECEU UM ACIDENTE COM VÍTIMA FATAL NAS PRIMEIRAS HORAS DE HOJE ENTRE SALINA DA CRUZ E GUAMARÉ.

Segundo informações ocorreu um acidente com vitima fatal na RN, que liga Guamaré a Salina da Cruz hoje por volta das 03:00h, da madrugada.
O piloto da motocicleta  conhecido pelo nome de Josivaldo Brito de 26, anos, perdeu o controle da direção e veio a colidir com um poste de iluminação publica, mas até o momento, não se sabe os motivos, que veio ocasionar o acidente.
o motociclista veio a óbito no local, agora é aguardar a pericia para saber realmente os motivos do acidente.
o local está isolado no aguardo do instituto técnico cientifico de policia (ITEP), para a remoção do corpo, e após a necropsia ser liberado aos familiares  para o sepultamento.
Mais informações a qualquer momento!




 

27 fevereiro 2021

MULHER É ENCONTRADA MORTA POR TRÁS DO ASPETRO EM MOSSORÓ-RN

 Uma mulher aparentemente jovem,  identificada como Vanessa Ferreira de Lima Silva, 21 anos de idade, natural de Apodi, foi encontrada morta na tarde deste sábado 27 de fevereiro de 2021, por trás do Clube Aspetro em uma estrada de barro de acesso à Quixabeirinha no Bairro Aeroporto em Mossoró no Rio Grande do Norte.

A vítima foi encontrada com as mãos é os pés amarrados e um pano em volta da cabeça.
A Polícia Militar foi acionada para o local com informações de disparos de arma de fogo, é chegando lá encontraram a mulher morta.
Ainda segundo informações, Vanessa tinha dois filhos que foram encontrados trancados em casa,
Em instantes mais informações.






José Alexandre Pereira, ou Zé Filho, como era mais conhecido, estava internado há alguns dias no Hospital Regional do Seridó em Caicó, acometido de Covid-19, teve seu quadro agravado nos últimos dias

 José Alexandre Pereira, ou Zé Filho, como era mais conhecido, estava internado há alguns dias no Hospital Regional do Seridó em Caicó, acometido de Covid-19, teve seu quadro agravado nos últimos dias, não resistindo e vindo a falecer na manhã deste sábado (27).

Formado em Ciências Contábeis e Gestão Pública, Zé Filho elegeu-se vereador no ano de 2016 e foi reeleito em 2020. Zé Filho tinha 43 anos, era casado, deixa dois filhos e cinco irmãos.

A Governadora do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra decretou toque de recolher das 22h às 5h do dia seguinte a partir deste sábado 27

 A Governadora do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra decretou toque de recolher das 22h às 5h do dia seguinte a partir deste sábado 27. A medida foi publicada em edição do Diário Oficial do Estado do sábado. A informação foi antecipada pela chefe do Executivo Local na sexta-feira 26 em uma entrevista ao vivo no Programa RN2, da Inter TV Cabugi.

Em uma rede social, a governadora disse que a medida vale para os próximos 14 dias. “É necessário tomar medidas mais duras para conter o avanço da Covid-19 no estado”, disse durante a entrevista.
“Fica estabelecida medida de ‘toque de recolher’, com a proibição de circulação de pessoas em todo o Estado do Rio Grande do Norte, entre as 22h e as 05h do dia seguinte, como medida de diminuição do fluxo de pessoas em ruas e espaços públicos e mitigação de aglomerações”, diz o decreto.
As atividades coletivas de qualquer natureza como cultos, missas e congêneres em igrejas, espaços religiosos, lojas maçônicas e estabelecimentos similares estão suspensas a partir de 1° de março e poderão funcionar apenas para orações e atendimentos individuais.
Ficou determinado também, a suspensão das aulas presenciais nas unidades das redes pública estadual e privada de ensino, incluindo instituições de ensino superior, devendo manter o ensino remoto. As escolas e instituições de ensino fundamental das séries iniciais e do ensino infantil poderão funcionar em sistema híbrido ou por meio remoto, conforme a escolha dos pais ou responsáveis.
O funcionamentos de parques, eventos, festas, bem como, a realização de eventos corporativos, técnicos, científicos, esportivos, convenções, shows ou qualquer outra modalidade de evento de massa, inclusive locais privados, como os condomínios edilícios, também foram proibidos. Foi suspenso também o funcionamento do Centro de Convenções de Natal.
“Nosso foco é exatamente as medidas restritivas para garantir o distanciamento social, conter as aglomerações e com isso conter a transmissibilidade do vírus”, disse Fátima.
As medidas não se aplicam, segundo o decreto a: farmácias, indústrias, postos de combustíveis, hospitais e demais unidades de saúde e de serviços odontológicos e veterinários de emergência, laboratórios de análises clínicas, segurança privada, imprensa, meios de comunicação e telecomunicação em geral, funerárias, ao exercício da advocacia, serviços de alimentação sendo exclusivamente para delivery e serviços de transporte coletivo urbano.
O decreto traz ainda recomendações para os municípios como por exemplo: suspensão nos finais de semana e feriados, de acessos às praias, lagoas, cachoeiras, balneários, rios e similares, bem como piscinas, inclusive aquelas em locais de uso coletivo; reorganização das feiras livres e similares, de modo a assegurar o distanciamento social; restaurantes, lanchonetes, barracas de praia, praças de alimentação, praças de food truck, bares e similares devem fechar após as 22h até as 06 da manhã do dia seguinte; e recomenda, também, às Prefeituras que regulem e suspendam a venda e consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos, dentre outros incisos. O documento diz ainda que “as forças de segurança do Estado promoverão operações constantes com o objetivo de garantir a aplicação das medidas dispostas neste Decreto, com a finalidade de assegurar o distanciamento social e coibir aglomerações, sem prejuízo das ações complementares de fiscalização e planejamento a serem realizadas pelos municípios”.
Na prática, significa que está proibida a circulação de pessoas nas ruas durante este período em todo o estado. Ainda de acordo com a governadora do Rio Grande do Norte, quem desobedecer as medidas que farão parte do decreto estará sujeito a multas e até prisão.


O prefeito Álvaro Dias decidiu decretar o fechamento da orla de Natal a partir de amanhã (28).

 O prefeito Álvaro Dias decidiu decretar o fechamento da orla de Natal a partir de amanhã (28). A decisão foi tomada na sexta-feira (26) e havia a precisão de que o decreto com a medida fosse publicado no máximo na manhã de hoje. O fechamento das praias de Natal deve se estender por 15 dias a contar de amanhã, permanecendo em vigor até dia 14 de março. A medida segue tendência nacional de tentar conter o avanço da covid, que nas últimas semana tem registrado aumento de casos e gerado risco de colapso nas redes de saúde pública e privada.

“Vamos fazer o fechamento total da orla a partir de domingo. Sem barracas, sem bares, sem nada. Toda orla será fechada por 15 dias. A princípio. Se sentirmos que poderemos flexibilizar, que houve melhora, o faremos”, afirmou. O decreto também trará uma recomendação para que o comércio promova um rodízio no horário de fechamento. A ideia é evitar aglomerações nos transportes públicos.
A proposta é que cada segmento feche em horários diferente, reduzindo desta forma a quantidade de pessoas que vão pegar ônibus em um mesmo horário. Não haverá alteração com relação às escolas particulares.
A Prefeitura mantém o entendimento que os protocolos estabelecidos e o histórico desde a reabertura dos colégios dá segurança sanitária para que as aulas continuem acontecendo.
Além disso, o novo texto da Prefeitura de Natal com relação à covid vai revogar a decisão de retomada do trabalho presencial no serviço público da capital. Álvaro Dias explicou que a partir de segunda-feira todos os que puderem exercer suas atividades de maneira remota estarão autorizados a isso. A determinação de volta ao trabalho foi publicada dia 3 de fevereiro.
Foto: Reprodução


26 fevereiro 2021

FOTOS: Netos revelam casebre onde nasceu fundador da Riachuelo no RN

 Os netos de Nevaldo Rocha, o fundador da Riachuelo, foram conhecer a casa onde nasceu o avô empresário, em Caraúbas, interior do Rio Grande do Norte. Nevaldo faleceu em junho do ano passado, aos 91 anos.

As fotos foram postadas por Gabriel Kanner, neto do Nevaldo, e compartilhadas por Flávio Rocha, herdeiro do império Riachuelo.

Segundo a postagem, Nevaldo fugiu de casa sozinho aos 12 anos de idade rumo a Natal, para tentar mudar de vida. E conseguiu.

“Foi assim que começou a história da empresa que hoje conhecemos como Riachuelo. É fundamental conhecer nossas origens e saber das dificuldades que nossos antepassados viveram. Ainda mais hoje em dia, com essa geração cada vez mimada, hipersensível e que não dá valor a nada. Hoje foi um dia muito especial”, escreveu o neto Gabriel.

Fonte: Portal Grande Ponto












Bolsonaro diz que governador que fechar estado deve bancar auxílio emergencial

 Presidente da República já tinha criticado a imposição de medidas por governadores e prefeitos para restringir a circulação de pessoas

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira que o auxílio emergencial deverá ser pago por alguns meses e destacou que o governador que tomar medidas de restrição de atividades é quem deve bancar o benefício, em meio ao aumento número de casos e mortes por covid-19 no país. “O auxílio emergencial vem por mais alguns meses e, daqui para frente, o governador que fechar o seu Estado, que destrói o seu Estado, ele que deve bancar o auxílio emergencial”, disse. “Não pode continuar fazendo política e jogando no colo do presidente da República essa responsabilidade”, emendou ele, em rápido discurso durante solenidade de entrega de unidades habitacionais no Ceará. Na véspera, durante transmissão pelas redes sociais, Bolsonaro já havia dito que as pessoas deveriam cobrar o auxílio emergencial dos gestores regionais. A retomada do auxílio emergencial, disse o presidente na transmissão de quinta, deverá ocorrer a partir de março e terá quatro parcelas de 250 reais. Pela manhã, em outro evento no interior do Ceará, Bolsonaro já tinha criticado a imposição de medidas por governadores e prefeitos para restringir a circulação de pessoas para conter a propagação do coronavírus, apesar de o Brasil estar atravessando o pior momento da pandemia. As declarações do presidente ocorrem um dia após o Brasil superar a marca de 250 mil mortes por Covid confirmadas pelo Ministério da Saúde, com 1.541 novos óbitos registrados apenas na quinta-feira. Com leitos de UTI próximos do limite, governadores de Estados como São Paulo, Bahia e Santa Catarina anunciaram esta semana a imposição de medidas mais firmes de restrição de circulação de pessoas na tentativa de conter o avanço da Covid.

FÁTIMA BEZERRA ANUNCIA DECRETO COM TOQUE DE RECOLHER DE 22HS ÀS 5H A PARTIR DESTE SÁBADO

 Medida será publicada no Diário Oficial do Estado neste sábado; aulas na rede pública estadual e atividades religiosas serão suspensas.

A Governadora do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra vai decretar toque de recolher das 22h às 5h, a partir deste sábado 27. A medida será publicada em edição do Diário Oficial do Estado no sábado. A informação foi confirmada pela chefe do Executivo Local em uma entrevista ao vivo no Programa RN2, da Inter TV Cabugi. “É necessário tomar medidas mais duras para conter o avanço da Covid-19 no estado”, disse durante a entrevista. Atividades religiosas como cultos estão suspensas e poderão funcionar apenas para orações e atendimentos individuais. Estarão suspensas atividades de ensino na rede pública estadual e também na rede privada, com exceção apenas para as séries iniciais e também para o ensino fundamental. Funcionamentos de parques, eventos, festas também serão proibidos. “Nosso foco é exatamente as medidas restritivas para garantir o distanciamento social, conter as aglomerações e com isso conter a transmissibilidade do vírus”, disse. Quem desobedecer as medidas que farão parte do decreto que será publicada neste sábado estará sujeito a multas e até prisão, de acordo com Fátima.



Polícia Militar prende mulher que cometeu furtos no comércio da cidade de Macau

 Polícia Militar prende mulher que cometeu furtos no comércio da cidade de Macau

Por volta das 10h30min de ontem (25/02) policiais da Rádio Patrulha de Macau realizavam patrulhamento no centro da cidade quando foram informados de um furto em uma loja de eletromóveis.
Imediatamente os policiais foram até o local para colher informações do fato. De posse das características da acusada e sobre o material subtraído, começaram-se as diligências para prender a suspeita. Ao chegarem na entrada da cidade os policiais foram informados que uma mulher com as mesmas caraterísticas teria entrando em um veículo de transporte alternativo com destino a cidade de Assu.
Em ato contínuo os policiais diligenciaram pela RN 118 e já nas proximidades da cidade de Ipanguaçu conseguiram interceptar o veículo informado e dentro do mesmo estava a acusada de posse de uma televisão de 32” subtraída do estabelecimento.
Com a acusada ainda foram encontrados alguns objetos furtados em outro estabelecimento no centro da cidade. Diante dos fatos a mesma foi conduzida até a 5º DRPC de Macau para os procedimentos legais.


‘Cepa mais transmissível anda de Ferrari. Já a campanha de vacinação vai de carroça’, diz Mandetta

 Um ano após o registro do primeiro caso da Covid-19 no Brasil, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM), que comandou a pasta nos meses iniciais da pandemia, vê o País como uma nau sem rumo, o Sistema Único de Saúde (SUS) destruído e a situação do País cada vez mais grave. “A cepa mais transmissível anda de Ferrari. Já a campanha de vacinação vai de carroça”, disse em entrevista ao Estadão. O ex-ministro afirmou que percebeu a gravidade da doença durante o Fórum de Davos, em janeiro de 2020, quando viu a cúpula da Organização Mundial da Saúde (OMS) “rachada” sobre declarar ou não uma emergência global. Para ele, a demora da entidade em confirmar a pandemia atrasou ações do Brasil contra o vírus. Mandetta tornou-se personagem central nos primeiros meses de pandemia ao divergir da postura do presidente Jair Bolsonaro, que minimizava a força da doença. O ex-ministro afirma que alertou o chefe do Executivo sobre o tamanho da crise quando o governo confirmou o primeiro caso no Brasil, na mesma semana em que o sistema de saúde da Itália entrou em colapso. O presidente, porém, estava na “vibe do Trump” e tratou com desdém os alertas, afirmou Mandetta, em referência ao ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Bolsonaro demitiu Mandetta em 16 de abril. O ex-ministro disse que não faria nada diferente no cargo. Não há arrependimento nem mesmo por liberar a primeira orientação de uso da cloroquina em pacientes da covid-19, droga sem eficácia comprovada no combate contra a doença. O ex-ministro afirmou que vai participar “ativamente” das eleições de 2022, “como eleitor, cidadão ou candidato”, mas que estará em caminho diferente da “esquerda equivocada” e do “Bolsonaro desequilibrado”. Quando o senhor ouviu falar sobre a covid-19 e em que momento percebeu que se tratava de uma doença grave? O Brasil foi um dos primeiros países a questionar a OMS sobre a doença, quando o Wanderson Oliveira (ex-secretário de Vigilância Sanitária) ouviu ruídos sobre o vírus. Quando fui para o Fórum de Davos, parei em Genebra. Lá eu iria jantar com Tedros (Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS), mas ele disse que não iria participar, pois haveria reunião no comitê de emergência sobre a doença. Eles (a cúpula da OMS) racharam sobre declarar emergência global. Aí fizeram (a declaração): é uma emergência para Wuhan e um alerta internacional. Com certeza. Sinalizavam que era um vírus lento. Mas em intervalo de dois meses estava nos cinco continentes e a OMS seguia tratando como problema local. Fui o primeiro ministro da Saúde a falar que estávamos diante de uma pandemia e eles não queriam usar este termo. Se tivessem falado que era um vírus leve, rápido, a gente teria de dimensionar tudo. Quando tivemos o primeiro caso no Brasil e o sistema de saúde da Itália caiu. Mas ele começou a entrar na mesma vibe do Trump, não dimensionou. Ele tinha uma viagem aos EUA. Eu já estava dando o alerta, tinha de fazer um plano de biossegurança. Eles não queriam usar nem álcool em gel para não transparecer preocupação. O presidente começou a forçar saídas e aglomerações. A imprensa me perguntando: “Você está dizendo para pessoal se cuidar e o presidente fica saindo”. Ele me convidou (para as saídas), mas como percebeu que eu não iria começou a chamar o presidente da Anvisa (Antonio Barra Torres). A Anvisa servia como autoridade de saúde para legitimar aquilo. Ele também tinha convocado protesto para um domingo e eu precisava demover ele daquela ideia. O presidente me chamou para uma “live” e disse (aos apoiadores) que era melhor não irem à manifestação, mas no domingo ele sai, abraça, beija. Era para ele estar em quarentena, porque teve contato com infectados na viagem aos EUA. Daquele momento para frente foi só…”bom, não vou poder contar com ele para enfrentar isso”. Não. Fiquei no ministério. Eles não queriam fazer nenhuma campanha de esclarecimento ao público. Passei a utilizar a imprensa, usar boletins, fazer coletivas, para imprensa fazer o papel que foi fundamental naquele momento. Chegamos a zerar as máscaras. Então dissemos: use máscara de pano. Estamos numa pandemia. Conseguimos um navio da China de equipamentos de proteção porque eu pedi ao ministro para deixar sair o último navio, que levou 20 dias para chegar. Fazia licitação e dava “zero”. Pessoal querendo cobrar a máscara a R$ 8 por unidade. Abrimos linha de montagem para respiradores. E foi o que salvou. No meio disso ainda havia um conflito com a China. Não, naquele momento havia consenso sobre uso compassivo, inclusive pela OMS, como uma última tentativa. Autorizei para uso hospitalar. Agora, colocar isso na rede, recomendar tratamento com cloroquina, aquele negócio, aquilo não. Na semana anterior à minha saída, após uma reunião com o presidente em que todo mundo dava como certo que eu seria demitido, me chamaram numa sala onde estava a Nise Yamaguchi (médica defensora da cloroquina) e muitos ministros. Eu cheguei na reunião e havia uma minuta de decreto, mas não oficial, em papel timbrado, com sugestão para que a Anvisa colocasse indicação para covid na bula da cloroquina. Eu olhei para o presidente da Anvisa e ele disse que não faria aquilo em hipótese alguma. Eu disse: o presidente está extrapolando. Brasil está como uma nau sem rumo. O que poderia ser feito: começar por colocar gente que entende de saúde e epidemia para conduzir, gerar políticas, recuperar o SUS. Tem de começar a refazer o sistema, que está totalmente fragmentado. Estamos num caos. Não tem liderança que fala pela saúde brasileira. O papel do ministério se perdeu. Ele é responsável. Se o presidente me chamar para ser chefe do Exército, vou falar: não tenho formação. Se me botarem pra dirigir um boeing com 400 pessoas dentro, vou dizer que não posso pilotar. Vou derrubar o avião. Ele está num cargo em que não tem condições técnicas para administrar. Retirou a equipe técnica. Não precisava ficar comigo, mas por que tirar o Wanderson? Um dos 3 ou 4 melhores epidemiologistas do mundo. A culpa do Pazuello é na formação da equipe. Ele forma pensando que está dentro de um quartel. Não é lugar de mando, mas de liderança, que se impõe pelo conhecimento do sistema, da doença. Ele não tem conhecimento do sistema, da doença nem do ser humano. Um agravamento da doença. Vamos passar pela sazonalidade, mas com a nova cepa. Vimos isso na região Norte, onde faltou oxigênio, o que é uma barbeiragem enorme. O Brasil não estuda a nova cepa e o ministério fez um movimento errado de tirar os pacientes de Manaus de qualquer jeito. Ele plantou a nova cepa em todo o País. A gente tem uma situação em que a cepa mais transmissível anda de Ferrari. Já a campanha de vacinação vai de carroça. Vou participar ativamente da eleição, agora, como eleitor, cidadão, candidato… Isso aí, não consigo ainda afirmar. Com certeza vou procurar um caminho que não seja nem daquela esquerda equivocada, que plantou essa crise toda, nem desse Bolsonaro desequilibrado, que planta esse caos todo. Depende. A gente tem de escutar. Entrei no DEM em 2009 para poder fazer crítica à política de saúde quando o PT tinha alta aprovação. Não tenho necessidade de aderir a um governo, mas à verdade. Agora, se esse partido vai por esse caminho, ótimo. Senão, vamos aguardar, talvez algum outro vá, aí eu me apresento e peço para entrar. Está todo mundo conversando com todo mundo. Se cada conversa virar notícia, vocês não vão ter mais página de jornal. O senhor disse que não ficar no grupo do presidente, mas fez parte do governo mesmo conhecendo Bolsonaro como deputado, quando ele votou a favor da pílula do câncer e defendeu abertamente a tortura. O senhor acha que cometeu um erro ao entrar no governo e até validar posições do governo? O presidente a gente conhece quando ele assume. Eu conhecia um deputado Bolsonaro, que era polêmico. Eu votei nele porque queria uma ruptura com o PT. Agora, a gente sempre acredita. Eu já vi de tudo lá de dentro, da Câmara. Tanto gente como Bolsonaro, como da esquerda que acha o Maduro um humanista. O que a gente imagina: quando uma pessoa chega na Presidência, o peso do cargo, liturgia, responsabilidade por uma nação com tantos desafios, que o cargo vai moldar. A proposta que ele me fez foi de montar o ministério com equipe técnica. Montei a melhor equipe. Só que o dia que veio um problema na nossa frente e eu precisava dele, aí ele não queria um ministério técnico, mas político. Aí você fala: isso aqui não é sério, é equívoco.





Homem mata a ex, o filho e se suicida por não aceitar fim do casamento

 Vizinhos disseram que o suspeito do crime não aceitava o término do casamento e ameaçava Gleide Dias Oliveira com frequência

Um homem de 50 anos é suspeito de matar a ex-companheira, de 47, o filho, de 19, e cometer suicídio na sequência, em Conselheiro Lafaiete, na região Central de Minas, nessa quinta-feira (25). Vizinhos disseram que o suspeito do crime não aceitava o término do casamento e ameaça Gleide Dias Oliveira com frequência. Ocorrências foram registradas pela mulher denunciando a violência sofrida. A síndica do prédio, onde a família morava, chamou a PM, após ser informada do sumiço de Gleide. Vizinhos relataram ter escutado um barulho, parecido com o de disparo de arma de fogo, mas pensaram que poderia ter vindo de uma obra realizada no edifício e não do apartamento deles. No decorrer do dia, tentaram fazer contato com a mulher, só que as ligações chamavam até desligar. Outro ponto que despertou a atenção foi a ausência de Gleide ao trabalho. Conforme registrado na ocorrência, a mulher não tinha o hábito de faltar no serviço. Os moradores então suspeitaram que o ex-companheiro poderia ter feito algo. Os militares, assim que chegaram, chamaram com insistência no apartamento, porém não foram atendidos e arrombaram a porta. Cápsulas de arma foram encontradas no chão e no sofá da sala. Em um dos quartos, o homem foi encontrado sem os sinais vitais sobre a cama. O revólver estava caído no chão. Durante as buscas em outros cômodos da residência, os militares encontraram Gleide e o filho Arthur César dos Santos mortos no banheiro. Ameaças De acordo com o relato da vizinhança, o ex-marido de Gleide não se conformava com o término do casamento. A vítima teria realizado boletins de ocorrência denunciando agressões e perturbações praticadas pelo homem. Os registros foram realizados ainda quando moravam em Ouro Branco, que fica a 23 km de Conselheiro Lafaiete. A perícia da Polícia Civil esteve no local do crime e apreendeu aparelhos celulares, além de realizar os trabalhos de praxe. A ocorrência foi encerrada na 6ª Delegacia de Plantão de Conselheiro Lafaiete. Comoção O IFMG (Instituto Federal de Minas Gerais) Campus Ouro Branco lamentou a morte do jovem e da mãe dele. Arthur era aluno do Curso Técnico Integrado em Administração e Gleide foi estudante do Curso Técnico Subsequente em Administração. “Neste momento tão difícil, manifestamos condolências e solidariedade aos familiares e amigos”, publicou nas redes sociais.



SUS vive pior momento da pandemia com UTIs lotadas em 17 capitais; Natal é uma delas, diz Fiocruz

 O Rio Grande do Norte está com a ocupação de leitos críticos Covid acima de 80% por oito dias consecutivos

O SUS enfrenta o pior momento desde o início da pandemia no Brasil: as taxas de ocupação de UTIs do sistema público batem recordes, com 17 capitais registrando lotação de pelo menos 80%. Natal é uma delas, de acordo com a Fiocruz. O novo Boletim Observatório Covid-19 da Fiocruz abre um debate sobre o aumento de casos e taxa de ocupação de leitos no País. O Brasil acaba de bater recorde de número de óbitos por dia, registrando mais de 1,5 mil mortes nesta quinta-feira 25. De acordo com dados apurados em 22 de fevereiro no documento, as taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos revelam o pior cenário já observado, inclusive pela sua dispersão no país. Em síntese, são 12 estados e o Distrito Federal na zona de alerta crítica, com ocupação igual ou superior a 80%, e 17 capitais (que concentram recursos de saúde e também populações) com taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos de pelo menos 80%. Natal é uma delas. O Rio Grande do Norte está com a ocupação de leitos críticos Covid acima de 80% por oito dias consecutivos, de acordo com dados da plataforma Regula RN, com números da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap-RN). “As taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos no SUS, observadas em 22 de fevereiro, mostram uma clara piora do quadro geral do país referente às taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos – o que configura-se no pior cenário já observado no país”, destaca a nota compartilha pelo instituto. A edição apresenta dados estratégicos que confirmam a formação de um patamar de intensa transmissão da Covid-19 no país, demonstrados por diversos indicadores da epidemia. A análise é referente às semanas epidemiológicas 5, 6 e 7 de 2021, que abrangem o período de 31 de janeiro a 20 de fevereiro. “O Brasil apresentou uma média de 46 mil casos, valor mais elevado que o verificado em meados do ano passado, e média de 1.020 óbitos por dia ao longo das primeiras semanas de fevereiro. Nenhum estado apresentou tendência de queda no número de casos e óbitos”, destaca o documento. As incidências de Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG) no país permanecem em nível muito alto em todos os estados.  Com base nesses dados, os pesquisadores colocam também em pauta o chamado “novo normal”, destacando os já conhecidos desafios, como a sobrecarga do sistema de saúde e de seus profissionais, e a necessidade de adoção de medidas não-farmacológicas para reduzir a velocidade da propagação, bem como os novos desafios, com o lento processo de vacinação e o surgimento das novas variantes do vírus e as incertezas que elas ainda trazem, o que amplia ainda mais a necessidade de romper, ou desacelerar, a rede de transmissão do vírus por meio de medidas preventivas não-farmacológicas. “A gravidade deste cenário não pode ser naturalizada e nem tratada como um novo normal. Mais do que nunca urge combinar medidas amplas e envolvendo todos os setores da sociedade e integradas nos diferentes níveis de governo”, afirma os pesquisadores no documento. 



Previsão de chuvas para período entre março e maio no RN é de até 533 milímetros

 Avaliação da Emparn indica precipitações dentro da média, ou pouco abaixo, em todas as regiões

A previsão do período de chuvas no Rio Grande do Norte em 2021 está dentro da média histórica ou pouco baixo, segundo o que foi confirmado nesta sexta-feira 26 pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn). O resultado da análise climática para o Rio Grande do Norte, para o período de março a maio de 2021, aponta precipitações de 533,8 milímetros(mm) no Leste; 479,2 mm no Oeste; 376,9mm, na região Central; 342,2 mm no Agreste. Este cenário se deve a fatores físicos como a influência da temperatura dos oceanos, que embora esteja ocorrendo o fenômeno da “La Niña” no Oceano Pacífico – a temperatura do Oceano Atlântico precisa subir entre 1 e 1,5 graus para favorecer a ocorrência de chuvas no semiárido nordestino – como informou o chefe da unidade instrumental e meteorologia da Emparn, Gilmar Bistrot. Segundo a governadora Fátima Bezerra (PT), o trabalho da Emparn “desempenha papel estratégico para o desenvolvimento do estado, produzindo dados que permitem o planejamento no campo. Digo da minha gratidão à Emparn e a Gilmar Bistrot pela dedicação e seriedade no trabalho de análise meteorológica”, afirmou. Fátima citou as iniciativas do Governo para apoiar os agricultores e pecuaristas. “O Programa de Sementes 2021 visa garantir produção para subsistência e forragem animal. Investimos R$ 6,9 milhões, com recursos próprios na aquisição de 456 toneladas de sementes de feijão, milho e sorgo que já estão sendo entregues. Vamos chegar aos 167 municípios, atendendo 3 mil agricultores familiares cadastrados no sistema Ceres da Emater. A distribuição se dá antes da consolidação do inverno para permitir aproveitar o período das chuvas desde o início. Não será por falta de sementes que o agricultor vai deixar de plantar. Pelo terceiro ano consecutivo o Governo do Estado chega, de forma pró-ativa, para apoiar as atividades no campo”. Outra iniciativa destacada pela governadora foi o programa ‘Mais ATER’, lançado ano passado que vai aplicar R$ 85 milhões até 2023 em ações de crédito rural e assistência técnica para aumentar a produção familiar no RN. Ela também se referiu ao Programa estadual de Compras Governamentais, resultado de lei proposta pela deputada Isolda Dantas e aprovado em plenário pela Assembleia Legislativa. “Este programa tem grande importância, uma vez que o estado se obriga a comprar da agricultura familiar pelo menos 30% das suas compras. É um incentivo que traz benefícios para a economia porque fortalece toda a cadeia produtiva.” Ainda em apoio à produção no campo, o Estado está realizando o maior programa de perfuração de poços. “As máquinas estão em ação e 140 poços foram perfurados. E até o final do ano serão 635 poços perfurados e instalados”, informou a chefe do Executivo, para encerrar lembrando a confiança no potencial do RN para produção de grãos no litoral. “Na faixa litorânea praticamente não temos problemas com falta de chuvas. Então criamos o programa RN Mais Grãos que vai implantar dez unidades demonstrativas, em áreas cedidas por particulares, para provar que é possível produzir grãos – soja, sorgo e milho – em sequeiro, com qualidade e produtividade naquelas terras.”



TÁ NA CONTA: PREFEITURA DE GUAMARÉ PAGA O SALÁRIO DO MÊS DE FEVEREIRO ANTECIPADO DOS SEUS SERVIDORES

A prefeitura de Guamaré na gestão do prefeito interino Eudes de Mundinho vem cumprindo sua obrigação de pagar o salário dos seus servidores rigorosamente em dia e assim fomentar o comercio local.
#Gestão2021




 

25 fevereiro 2021

Irmão Lázaro está internado em estado grave com Covid-19

 Ele foi entubado após ter dificuldades para respirar.


Vereador e cantor, irmão Lázaro tem 54 anos e está com Covid-19 (Reprodução/Redes Sociais)

O cantor e vereador de Salvador, Irmão Lázaro (PL) está internado em estado grave numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em um hospital na Bahia. Ele precisou ser entubado após apresentar dificuldades para respirar e ter complicações da Covid-19 na manhã desta quinta-feira (25).

A informação foi dada, inicialmente, pelo apresentador José Eduardo, durante o programa Balanço Geral, da Record TV Itapoan, e confirmada ao bahia.ba em seguida pela assessoria do parlamentar, que enviou uma nota de esclarecimento sobre o quadro clínico do vereador.

Em nota, a assessoria do político pediu orações para o vereador. "Diante do exposto, sua família e amigos reforçam o pedido de orações. Cremos que, com a permissão de Deus, sua saúde será restaurada e agradecemos todo o apoio, orações e carinho recebidos até aqui", diz o comunicado.

Irmão Lázaro tem 54 anos e iniciou sua carreira como cantor da banda Olodum. Posteriormente, ele se converteu e consolidou sua carreira artística na música gospel. Ex-deputado federal e ex-candidato ao Senado, o político está em seu primeiro mandato na Câmara Municipal de Salvador.




Barreiras sanitárias e educativas começam a funcionar em Guamaré e Baixa do Meio

 

Para reforçar o uso de máscara, a desinfecção das mãos com sabão ou álcool, o distanciamento social e a necessidade de se evitar aglomeração, a Prefeitura de Guamaré iniciou nesta quinta-feira, 25, as barreiras sanitárias e educativas, com medida de enfrentamento à Covid-19.

A ação preventiva com aferimento de temperatura está acontecendo simultaneamente no distrito de Baixa do Meio e na sede do município. A ação do Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19 conta com o apoio dos agentes comunitários de saúde, técnicos de enfermagem e Covisa.

As Secretarias Municipais de Saúde, Meio Ambiente, Segurança Pública e Assistência Social estão integradas na operação, que tem o reforço da Polícia Militar e da Guarda Municipal.

O prefeito Eudes Miranda, comentou que devido o agravamento da pandemia no RN, se exige a atuação efetiva das prefeituras e a colaboração da sociedade, em relação às medidas restritivas, observando a necessidade do isolamento social, o uso de máscara e a higienização das mãos.